Clique e abra o DM de hoje

contador de acesso
contador de acesso

Pelotas no Satélite

Clique e confira


            Visitas ao Site

Ed.2016.pdf dados.png Contatosite.png

Construtora de creches que não cumpre contratos, na mira do TCU

    A empresa MVC, que concluiu apenas seis de um total de 208 contratos firmados no Estado em quatro anos, pode ser impedida de firmar novas parcerias com o poder públicoConstrutora que abandonou obras de creches no RS está na mira do TCU OmarObra de creche em Guaíba está abandonada desde agosto; prefeito rompeu contrato com a MVC A empresa contratada por 102 municípios gaúchos para construir 208 creches pode ser impedida de prestar serviços ao poder público por até cinco anos. A recomendação é fruto de auditoria realizada pelo Tribunal de Contas da União (TCU), que constatou atraso, paralisação e até abandono de obras. Nos últimos quatro anos, seis escolas infantis foram concluídas pela construtora MVC — 2,9% do total. Duas foram finalizadas ao longo de 2016, mas ainda aparecem no sistema do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) como "em execução".Quando o governo federal lançou o pregão eletrônico vencido pela empresa, em 2012, o Estado enfrentava um dos piores índices de déficit na Educação Infantil, com necessidade de mais de 215 mil vagas. Até 2014, a expectativa era de que tivesse 19,4 mil novas vagas em creches construídas com um "método inovador" — supostamente mais ágil do que a tradicional alvenaria e mais limpo, com utilização de chapas prontas que só precisam ser encaixadas no canteiro de obra. Nenhum dos objetivos foi cumprido. Até janeiro deste ano, apenas 720 vagas haviam sido entregues pela MVC.Segundo dados repassados pelo FNDE ao TCU, 56 prefeituras desistiram do método da MVC e repactuaram a construção de 82 creches de tijolos e cimento. Outras cerca de 80 obras estariam seguindo o mesmo processo, pois apresentavam percentual de execução entre 0,01% e 10,3%. As demais esperam que a MVC conclua as obras. Esta notícia é um dos destaques de Zero Hora, que cita vários municípios com sérias pendências deixadas por essa empresa.A mesma que gerou uma audiência na Câmara Municipal de Pelotas por obras inacabadas ou por falta de qualidade, que o prefeito passado não fazia muita questão de pressionar. E agora, qual a situação de Pelotas neste contexto? As obras daqui foram concluídas?

Péssimo exemplo de munícipe

   O vereador Ademar Fernandes de Ornel, que se esforça ao máximo para vender a imagem como um homem popular que trabalha para as camadas menos favorecidas da população, mostra todos os dias que é totalmente o oposto e que as prioridades básicas de seus mandatos é garantir vantagens para seus familiares e as figuras afetivas de plantão do momento,contempladas com os melhores cargos e sempre de alto custo para o cidadãos de bem que pagam esta conta.

     Independente dos atos poucos recomendáveis de suas gestões como ordenador, como munícipe que deveria dar bons exemplos deixa muito a desejar por entender que apenas o cidadão comum tem a obrigação de pagar em dia seus impostos e taxas como ocorre em relação ao Sanep e ao IPTU, de onde saem recursos para pagar seus salários, de seus familiares, das pendências afetivas e de várias etecétaras de ganhos inferiores.

     Em valores atualizados nesta data(17/01/2017), Ademar Ornel tem um débito de R$ 25.000,00 com o Sanep de onde reside na Avenida São Francisco 4020 e de um apartamento na rua Iara Silva no Fragata e aproximadamente R$ 12.170,86, na dívida ativa do IPTU de seu primeiro endereço, que é um belo latifúndio próximo ao Macroatacado Krolow, registrado no Departamento de Tributos da Prefeitura Municipal de Pelotas em nome de Comercial e Construtora América S/A, tendo como promitentes Armando Grill(já falecido) e outros.

       O caso chegou a ser questionado pelo Ministério Público através do promotor André Borba, que recebeu como resposta do então presidente Jacques Reydams que os débitos não eram usados para trocas políticas e que haviam sido parcelados, apenas como estratégia para driblar este ou aquele que levantasse a questão. Na verdade estes parcelamentos são para inglês ver e quando muito são pagas ou uma parcela e começa tudo novamente.

     E a maior prova que o Sanep é uma fonte inesgotável de negociatas e atos nefastos foi o acordo feito na aprovação da Taxa do Lixo quando esse mesmo Ornel ganhou de Eduardo Leite a garantia de um cargo para sua ex-diretora da Câmara Municipal MARILUCE KURZ VIEIRA, de triste passagem pelo cargo,a garantia de uma CC no Sanep de aproximadamente R$ 7 mil mensais, já sacramentada.

Bem ao apagar das luzes de 2016 a Câmara Municipal de Pelotas aprovou quase que silenciosamente as contas do ex-prefeito Fetter Júnior, cuja gestão não foi nada fácil e de muitos pontos questionáveis.As contas ficaram vários meses numa escrivaninha na sala de recepção da Presidência sob os pés de um assessor. Com tudo o que foi questionado naquele governo tão avesso a transparência, o mínimo que deveria ser feito seria uma análise e não uma aprovação de sopetão, que acabou virando uma graça, e que graça, para o interessado.

Matéria da RBS escancara um Laranjal nada propício para banho que segundo uma pessoa do governo é pelo fato de que os esgotos não são tratados.No mínimo uma descoberta monumental  e a constatação de que muito dinheiro foi jogado em obras do gênero no balneário. Essa gente ainda vai vender a cidade e num determinado dia a população vai acordar com um novo dono.

Tem muito “empresário” por aqui que bate no peito e arrota para todos os lados que são bem sucedidos e que não precisam de cargos públicos.Mentira deslavada já que um respeitável elenco de quebradinhos fazem pressão e levam cargos em todos os escalões.Mamam como guachos, quebram seus negócios que eles dizem ser tão bons mas lutam desesperadamente pelas melhores tetas.Um dos exemplos de ruindade continuada é Jacques Reydams que passou pela Secretaria dos Transportes, Sanep e agora passou para outro cargo de primeiro escalão.Se dirige a sua empresa da forma como comandou o Sanep, deve estar matando cachorro a grito.Fernando Estima é outro que entra governo e sai governo e ele não perde de vista a vaca para garantir a sua teta de sempre.

Sinceramente eu não sei o que Paula Mascarenhas pensa da vida com esse elenco que ela escolheu.Por que tanta desconsideração com a cidade? Será que ela tem algum ressentimento tão grande com a população pelotense? Será que ele não se sente envergonhada com boa parte do grupo que escolheu, principalmente na Saúde,Serviços Urbanos,Educação e Sanep?

Muito estranha toda a articulação de Eduardo Leite para aprovar a Taxa do Lixo, valendo-se inclusive da venalidade do ex-presidente da Câmara Municipal, que ajudou muito para que o projeto fosse aprovado, mesmo sem o seu voto. Numa cidade em que se pratica política de brincadeira e de rapina continuada, tudo isso é muito normal.

Um dia destes me contaram e até duvidei mas depois fui conferir e constatei que uma pessoa de uma empresa da Prefeitura Municipal tem salário de R$ 16 mil. Mais do que o vice-prefeito eleito, vereadores e secretários.Não vou duvidar e nem questionar méritos de quem quer que seja mas é um respeitável salário de uma prefeitura que judia muito do seu quadro funcional e que a todo momento atropela direitos. Este salário pode ser encontrado na folha da Coinpel.

Um dia destes eu relembrava de belas figuras que conheci quando atuei na imprensa escrita e cobria a área judiciária.Promotores notáveis como Antônio Dionízio Lopes, José Fernando Gonzalez, Francisco Soares Lamego e magistrados como Jorge da Silva Cardoso, Paulo Otávio Abreu, Appody dos Reis, Joel Furtado Lima e tantos outros que dignificaram o Judiciário gaúcho. Grandes figuras.


A obra que quebra as pernas dos comerciantes da General Osório

    O corredor de ônibus da rua General Osório encheu os olhos dos eleitores no pleito passado, o ex-prefeito Eduardo Leite faturou politicamente , Paula Mascarenhas ganhou a prefeitura mas os comerciantes do centro e em alguns trechos estão pagando o pato com todas as honras.

     Na área central alguns comerciantes que pagam alugueis de alto custo estão com suas lojas vazias já que as obras afastaram clientes e os prejuízos são incalculáveis.Uma obra que poderia ter sido feita em módulos de duas ou três quadras, foi executada em toda a extensão da via, como estratégia para encher os olhos do eleitor.

      Um posto de gasolina na Cohabpel na esquina da General Osório com Pinto Martins praticamente inviabilizou a clientela, perdendo-a aos poucos para outros postos próximos e teve que fechar e este pode ser o destino de outros estabelecimentos  se as obras não foram encerradas nos próximos 30 dias.

Machado Filho e José Luiz Prévidi, dois destacados jornalistas da imprensa gaúcha, agora com seus links disponibilizados em nosso site.Confira.

Blog do Prévidi

 Blog do Machadinho

Jimmy Fontana foi um conhecido ator e compositor italiano que morreu em 2013 aos 79 anos. Ficou conhecido em todo o mundo como intérprete da música Il Mondo, que vem sendo cantada desde o final dos anos 60.Fontana interpretou vários temas em 50 anos de carreira mas Il Mondo foi a que conquistou o mundo e sempre foi a mais requisitada em seus shows.Música que dominou as paradas de sucesso nos anos 60 e 70.

A LONGEVIDADE DE UM CLÁSSICO ITALIANO

  A Câmara Municipal dá sinais de que está com nova cara e que os vícios e desmandos dos últimos anos são coisa do passado.A nova direção comandada por Luiz Henrique Vianna começa com muita credibilidade e a expectativa de uma gestão sem tantos problemas como vinha ocorrendo nos últimos quatro anos, de verdadeiros desmandos e de muitos atos dignos de uma investigação policial.

   Além da reorganização da Casa, o novo presidente quer recuperar a imagem muito desgastada do Legislativo, além de ordenar melhor os gastos sem os absurdos registrados em xerox superfaturados, obras para contemplar parceiros, diárias sem limites para os amigos mais próximos e várias outros absurdos que marcaram a gestão passada.

   Vianna deixa claro que quer mudar e parte para uma administração totalmente transparente e os primeiros sinais estão escancarados no gabinete da Presidência, onde por quatro anos foi uma nada respeitável farra em tempo integral e um verdadeiro salve-se quem puder.

O novo presidente está fazendo questão de administrar bem próximo de sua equipe e as reuniões com o grupo não deixam dúvidas de que os tempos são outros.

      

LEGISLATIVO COM NOVA CARA