Este grupo vocal dos Estados Unidos foi criado em 1953 e já nos primeiros discos consagrou temas que são cantados até hoje como Only You e Smoke get in your eyes, que a todo momento são regravadas por cantores em todo o mundo. Apesar das mudanças ocorridas no grupo nestes 60 anos, The Platters se renova a todo momento e continua fazendo shows.

THE PLATTERS


contador de visitas

xxxxxT  O  T  A  L    D  E    A  C  E  S  S  O  S


Imagem de satélite de Pelotas

Poucas & Boas

     O site do jornalista A.B.Silveira  -  Contato: ab.silveira@ig.com.br

O pelotaço

 A edição impressa de março do Poucas e Boas traz quase tudo o que as pessoas querem ler e ouvir sobre os problemas de Pelotas e do mau gerenciamento continuado. Clique aqui e abra as quatro páginas com vários temas.

DEPUTADOS INVISÍVEIS

  E que ninguém estranhe se qualquer dia destes um grupo de aproveitadores públicos chegue ao fim da linha e vá parar na cadeia por uma série de fatos que ocorrem atualmente em Pelotas e que custam uma nota preta aos cofres públicos.   E se isto realmente acontecer, a cidade terá muito a comemorar já que não tem a mínima noção de como essas pessoas agem e quanto já embolsaram, contribuindo enormemente para o empobrecimento da cidade.

  Um basta a esses grupos seria um grande recomeço para uma cidade que já foi pujante em várias áreas e hoje agoniza em quase tudo.

EXPECTATIVA

DE UM BASTA

Clique aqui e abra as três edições do Pelotaço.Confira.

Após muitas cobranças, a SMED conseguiu visualizar o Colégio Municipal Pelotense e deu início a reconstrução do muro que desabara em 2013 e ganhara apenas um tapume do atual governo.




   Ainda bem que o titular da SMED Gilberto Garcias conseguiu se dar conta da importância do Colégio Municipal Pelotense e foi iniciada a obra de restauração do muro. Pena que os pedreiros, por medida de economia ou chambonice, estão colocando os tijolos em pé,deixando a estrutura mais estreita e mais frágil. Tomara que tão cedo não tenhamos que mais uma vez cobrar a restauração do bendito muro.

   Luiz Carlos Pucinelli era repórter policial da Rádio Cultura e uma das atrações do meio dia com o seu O Homem e a Lei, mas como não era muito hábil na redação dos textos, deixava a tarefa sob a responsabili- dade do apresentador, radialista Dino Rodrigues.

   Certo dia ele chegou com seu bllco de cartas cheio de ocorrências e a principal era do elemento que arrombara a porta da casa e estu- prara a sogra. Os gaiatos do jorna- lismo inverteram o texto e Pucinelli entra no ar e lasca: “Tarado arromba a sogra e violenta e porta”

POBRE SOGRA

MURO DO CMP

RECEBE ATENÇÃO

Imbecilidade agressiva de secretário em pleno Jornal do Almoço

    Levantamento do Correio Braziliense com base nos dados do Sistema Integrado de Administração Financeira (Siafi) e da Lei Orçamentária Anual (LOA) mostra que 103 congressistas, entre os 500 deputados e senadores que apresentaram emendas individuais ano passado, encerraram 2013 com o saldo zerado. A cada ano, os parlamentares das duas Casas têm direito de destinar R$ 15 milhões para projetos que beneficiem os redutos eleitorais, como obras, compra de medicamentos, construção de unidades de saúde, reforma de escolas, entre outros. Os deputados são livres para escolher como querem gastar esse tipo de cheque orçamentário: pode ser usado em emendas individuais ou em grupo, projetos de outros parlamentares e em emendas da bancada. O levantamento mostra ainda que, em 2013, quase um sexto dos parlamentares das duas Casas nem sequer apresentou emendas individuais.
   A maioria, no entanto, segue a manada e pega carona em projetos apresentados por colegas, um jeito mais fácil de conseguir a liberação da verba. Mesmo sem projetos próprios, esses deputados sinalizaram, apenas em 2013, o envio de R$ 2 bilhões em emendas individuais. Mas pouco foi liberado. Nem os R$ 990 milhões que já foram empenhados chegaram ao destino. A esperança é que esse dinheiro seja disponibilizado ainda este ano, na rubrica “Restos a pagar”. Até agora, foram liberados efetivamente apenas R$ 48 milhões, ou seja, 2,3% do valor aprovado.
  A lista dos deputados sem força para liberar verbas orçamentárias é extensa. O carioca Alfredo Sirkis (PSB) apresentou R$ 11,5 milhões, mas não conseguiu fazer o dinheiro chegar ao destino apontado. O mesmo aconteceu com Ricardo Tripoli (PSDB -SP), que indicou R$ 11,3 milhões; Antônio Reguffe (PDT-DF), R$ 12 milhões; Rodrigo Bethlem (PMDB-RJ), com R$ 9,3 milhões; Pinto Itamaraty (PSDB-MA), R$ 8 milhões; e Filipe Pereira (PSC-RJ), R$ 7,15 milhões. “Às vezes, a emenda é tão ruim que a Comissão de Orçamento a rejeita e o deputado não consegue liberá-la”, analisa o cientista político David Fleischer.


  A ex-primeira dama Leila Fetter se envolveu em um acidente de trânsito na noite de domingo na Estrada do Laranjal, que resultou em danos materiais nos dois veículos. Os azuizinhos atenderam a ocorrência e Leila conseguiu sair ilesa no bafômetro.

ACIDENTE

   Seguidamente pessoas que exploram comercialmente o centro de Pelotas, onde também são explorados com aluguéis exorbitantes cobram os descaso das autoridades municipais ações que ajudem a melhorar a imagem dos calçadões, que estão no mais completo abandono já que a CDL, que em outras gestões se empenhava ao máximo neste sentido, virou uma entidade que virou as costas para os comerciantes do centro e nada tem feito para que a Prefeitura Municipal invista em obras de revitalização da área. A todos que nos cobram estas ações, sugerimos que busquem o apoio de Fernando Estima, que é uma espécie de sanguessuga dos comerciantes, tanto na CDL como em cargos públicos na administração municipal, embora não tenha dado em nada até agora, nem mesmo em seus negócios, sempre cheios de trapalhadas.

DESCASO COM OS CALÇADÕES CENTRAIS

    O secretário Fernando Estima, do Desenvolvimento Econômico, foi de uma grosseria repugnante com a apresentadora do Jornal do Almoço da RBS TV Pelotas, quando tentava justificar a sua reconhecida e solene incompetência em relação ao Mercado Central, que ainda não foi ocupado plenamente.

    A irritação do secretário foi repgnante e serviu para mostrar mais uma vez o quanto o atual prefeito debocha com a cidade ao manter este elemento num cargo de primeiro escalão, já que nunca deu certo em nada, nem mesmo em seus negócios e está sempre encostado na CDL para barganhar cargos públicos como este.

    As imagens da RBS não deixam dúvidas do quanto o prefeito está errado em manter este secretário, cuja falta de preparo é um dos principais fatores para o atual quadro do mercado, que até agora só recebeu bom público durante a Feira do Livro.

     A matéria não prestou nenhum desserviço, como alegou o secretário. Ele é o próprio, fruto da oligofrenia administrativa do atual prefeito.

     

"Pode-se estar apaixonado por várias pessoas ao mesmo tempo, por todas com a mesma dor, sem trair nenhuma".

"O sexo é o consolo que a gente tem quando o amor não nos alcança"

"Deixe que o tempo passe e já veremos o que ele traz".

"Aprendi que um homem só tem o direito de olhar um outro de cima para baixo para ajudá-lo a levantar-se."

"Tudo é questão de despertar sua alma."

"Te amo não por quem tu és, mas por quem sou quando estou contigo."

"Não posso calcular a quantidade de dissidentes que ajudei, em silêncio, a emigrar de Cuba. Basta-me a tranquilidade de minha consciência."

"O segredo de uma boa velhice não é outra coisa além de um pacto honrado com a solidão."

"O problema do casamento é que acaba todas as noites depois de fazer amor, e tem que ser reconstruído todas as manhãs antes do café."

"Eu escrevo para que as pessoas queiram mais. Esta é uma das aspirações fundamentais do escritor"

"Depois que faço em meus romances a última leitura, eles já não me interessam. O livro é como um leão morto"

"Quando não escrevo, morro. Quando escrevo, também"

"Como escritor me interessa o poder, porque ele resume toda a grandeza e a miséria do ser humano"


Gabriel José García Márquez foi um escritor, jornalista, editor, ativista e político colombiano. Considerado um dos autores mais importantes do século 20, ele foi premiado com o Prémio Internacional Nobel de Literatura em 1982. Nasceu na cidade de Aracataca na Colômbia em  6 de março de 1927 . Sua morte ocorreu no dia 17 de abril deste ano na cidade do México.

A morte do mais célebre dos colombianos

Veiculado na imprensa que a Feira do Livro deve voltar para a Praça Coronel Pedro Osório. Mais uma vez  as pessoas que se dizem autoridades municipais fazem questão de ignorar que o melhor local é o Parque Dom Antônio Zátettera. Declaração da fraquinha Paula Mascarenhas, que ainda não tem noção do cargo que está ocupando.

Alguém passou a informação que o rombo exato da UCPel é de R$ 200 milhões, herdados de uma gestão nadsa religiosa, que teria comprado dois precatórios podres de R$ 30 milhões cada. Fica até a impressão de que essa gente tem certeza absoluta de que Deus não existe. Talvez por isso que o sempre mamífero Alencar Proença não queria largar a teta pór nada.

A UCPel mudou e muita gente esperava por belas mudanças mas não foi isso que se viu na área da Rádio Universidade AM, onde algumas figuras com vocações napoleônicas tentam resolver os problemas no grito.Culpa do sempre elogiado reitor José Carlos Bachettini, que errou feio nas escolhas, que optou por saldos de liquidação da RBS. Pelotas esperava muito mais neste processo de revitalização da RU.

Tive um ou dois contatos com o jornalista Adão Oliveira, que morreu recentemente em Porto Alegre. Certa vez, lá pelo final dos anos 60 estive na Rádio Tupancy para falar com o gerente Gilberto Gomes quando o apresentador Adãozinho fez questão de se apresentar e depois nunca mais nos cruzamos.Agora soube pelo professor Sebastião Ribeiro Neto que Adãozinho, também natural de Canguçu, havia escrito um livro para ser lançado em breve e que dependia de uma pequena correção sobre um determinado fato.

Os inquéritos continuam andando no Ministério Público estadual. Durante a semana o conhecido Agostinho Neto, conhecido como Guto, teria sido ouvido pelo promotor Jaime Chatkin e o possível tema seria o caso Zé Gotinha, no qual toda a irmandade petebista estava envolvida até o pescoço. E que ninguém estranhe se algum deles for depor e alegue que não tinha ligações com Humberto Lague e que até não gostava dele.Como o tempo passou, fica a expectativa do final dessa história, na qual o senhor Fabrício Tavares teve o peito de entrar com ação de dano moral contra Eduardo Macluf, que teria gravado e veiculado na Internet a fita do caso escandaloso que mostrou o lado podre da gestão nada proba do ex-prefeito de Pelotas, que quer voltar para a função pública no próximo pleito.

Certas pessoas costumam radicalizar em determinadas discussões, dependendo é claro das respectivas conveniências. Chega que chega ao ponto de falar mal de Eduardo por ter feito as gravações.Na verdade, o filho de Mansur Macluf fez um grande favor para Pelotas ao mostrar os comportamentos do grupo governante, com caraterísticas de gangue, que um dia chegou ao poder para não sair mais. Agora fica a expecftativa para o comportamento do Judiciáro, onde um dos principais personagens da história tem parente direto em pleno exercício de suas funções.