Diário da Manhã

Clique aqui e acesse o site

Apollo11.com  

Pelotas no satélite

como colocar contador de visitas no site
>

Acessos


www.poucaseboas.net - Contato: ab.silveira@ig.com.br

www.poucaseboas.net - O site do jornalista A.B.Silveira

    A secretária municipal de Gestão da Cidade e Mobilidade Urbana, Josiane Almeida, afirmou, em reunião no Legislativo, na manhã desta quarta-feira, 14/01, que o contrato assinado entre o governo anterior e o Consórcio Verdi/Cádiz que administra o Pop Center, só beneficia a empresa. “A Prefeitura ficou apenas com o papel de fiscalizadora”, disse a secretária, que também se queixou de nunca ter recebido cópia do contrato de Parceria Público-Privada firmado em 2012. “Só a UGP (Unidade Gerenciadora de Projetos, coordenada por Jair Seidel desde 2007) tem o contrato”, explicou.

   A convite dos vereadores Marcos Ferreira (PT), Ricardo Santos (PDT) e Antonio Corrêa (PDT), Josiane Almeida veio à Câmara esclarecer os motivos que a impedem de não reabrir as nove bancas lacradas por falta de pagamento. “O contrato ficou muito ruim para a Prefeitura. Se a empresa manda fechar, a Prefeitura tem sete dias para lacrar a banca e retirar as mercadorias, se não é ela quem tem que pagar o aluguel”, afirmou a secretária, ao ler o regulamento interno do Pop Center.

   Foi a própria secretária quem pediu aos vereadores para que assumam o compromisso de reavaliar o contrato e o regulamento. Em resposta, o vereador Marcola se comprometeu a encaminhar, na próxima terça-feira, 20/01, durante a sessão representativa, pedido de criação de uma comissão especial para rever o contrato de parceria público-privada do Pop Center e o regulamento interno.

    “Assim que criarmos a comissão vamos marcar audiência com o prefeito e solicitar que o governo crie uma comissão municipal para tratarmos conjuntamente do assunto, porque acreditamos que esse contrato não atende ao interesse social do empreendimento para a cidade, uma vez que só leva vantagem um lado, a empresa”, afirmou Marcola.(Release oficial)

     Opinião: Esta postura da secretária Josiane Almeida deve ser saudada já que é algo muito raro neste escárnio de governo comandado por Eduardo Leite. Em outras oportunidades criticamos ações absurdas de sua pasta mas agora quando ela revela que o contrato ficou muito ruim para a Prefeitura Municipal, apelando para que fosse reavaliado o contrato e o regulamento firmado, do qual só na UGP de Jair Seidel tem a cópia.

      Interessante esta reavaliação de um contrato tratado com todo zelo pelo secretário Jair Seidel e para que se esclareça de uma vez por todas se ele é ou não a “caixa-preta” do nebuloso governo de Fetter Júnior. Também fica a torcida para que este belo ato de decência da secretária seja de alto grau de contágio nos demais integrantes deste governo, para que aprendam a respeitar as funções que exercem e os que não tiverem condições que tratem de dar no pé.

Contrato do Pop Center deve ser revisto

Secretária Josiane Almeida dá raro exemplo de decência na Câmara Municipal

  Na quinta-feira que passou  o Ministério Público (MP) foi intimado da sentença prolatada pelo juiz da 4ª Vara Cível Especializada em Fazenda Pública de Pelotas, Dr. Bento Fernandes de Barros Júnior, que declarou anulado o contrato celebrado entre o Município de Pelotas e o Instituto de Desenvolvimento Gerencial S/A. em fevereiro de 2014, cujo objeto era o de a empresa auxiliar na melhora do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) local.

   De acordo com a sentença, não está justificada a contratação sob a modalidade de inexigibilidade de licitação, com ratificação dos argumentos expostos na decisão que determinou a suspensão liminar do contrato pelo Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Sul.

  Portanto, restaram acatados os fundamentos apresentados pelo Ministério Público na ação civil pública proposta, a partir do entendimento de que era necessária a realização de licitação prévia à referida contratação. Dentre outros, sustentou que a empresa possui notório saber em área diversa da que foi contratada, bem como não estava presente a singularidade do serviço. Também houve citação à forte insatisfação da comunidade escolar a esta contratação, conforme matérias jornalísticas e audiência pública realizada na Câmara.

   Opinião: De nada adiantaram os conselhos para que Eduardo Leite recuasse. O negócio era manter a Falconi, que tem seu representante César Mendes no governo e de forte influência dentro da SMED, como uma espécie de ponta de lança.Agora o prefeito deve recorrer da decisão, talvez burramente, quando deveria tomar esta decisão do Judiciário como um conselho para não sacrificar a sua ridícula administração, até aqui um respeitável manancial cítrico, com um laranja para cada negócio.


PREFEITO TENTOU BENEFICIAR CONFRARIA DA FALCONI E SE FERROU DO TJ

NOMEAÇÃO CÍTRICA

  O prefeito pelotense anunciou durante a semana a professora Lúcia dos Santos como nova titular da SMED, surpreendendo muita gente que esperava um comando mais experimentado para o setor, que vem sendo duramente penalizado com as recentes escolhas.

  Nada contra a a pessoa da professora, mas sua nomeação é mais uma carta marcada no baralho de interesses desta secretaria, onde César Mendes e Paula Mascarenhas têm muitos interesses, especialmente em relação a Falconi, que agora terá mais uma adepta no comando.

    Quando alguém com potencial reconhecido é sugerido para qualquer função neste governo, geralmente o comando torce o nariz,já que não aceita qualquer tipo de sugestão.Nomes bgons para o setor não faltam e o prefeito sabe como Matteo Chiarelli, Ambrósio Andrade, Ana Berenice Reis e também José Luiz Marasco Cavalheio Leite, que lamentavelmente não ocupar o cargo por ser pai do prefeito. Como se vê, nomes não faltam.

  A desfaçatez é tão grande que asseclas com interesses bem claros chegaram ao ponto de afirmar na imprensa que a Colônia aplaude a indicação. Tudo montadinho, preparadinho para a manutenção do engodo. Que pena.

Professora Lúcia dos Santos é uma das adeptas da Falconi e mesmo sem experiência diretiva na SMED acaba contemplada.

Afinal, quem é que está ficando cada vez mais rico com o esquema de limpeza e recolhimento do lixo em Pelotas?

1                            2                           3                           4                          5

1. O empresário Ricardo Jouglard, cujas empresas tiveram um surto de desenvolvimento assustador desde que Fetter Júnior assumiu a Prefeitura Municipal em 2006, é tido como um dos possíveis sócios da Sersul, a empresa que recebe R$ 1,5 milhões mensais para limpar a cidade.Teve negócios amplamente favorecidos no Sanep, respaldado pela administração municipal e por Caco Villar, que foi um dos diretores da autarquia. As locações escandalosas de máquinas para a sua empresa, mesmo sendo do grupo diretivo do PP, chegaram a ser apontadas pelo TCE.Conseguiu colocar uma irmã num cargo em comissão de bom salário para ter um melhor controle da situação.Em 2005 sua irmã Rejane Jouglard foi nomeada como CC por indicação do então vice-prefeito Fetter Júnior, que foi mantida até hoje com um salário mensal de R$ 6.443,00.

2. O ex-prefeito Fetter Júnior fez de tudo para inviabilizar as empresas PRT, Deltasul e Marinônio para facilitar a criação de uma terceira, de acordo com seus interesses. Foi aí que surgiu a Deltasul, muito comemorada pela confraria progressista. Uma das primeiras medidas foi levar Caco Villar, de estreitas ligações com Jouglard, para comandar a Secretaria dos Serviços Urbanos, onde são definidas as metragens da limpeza e encaminhadas para pagamento pela administração municipal.

3. O engenheiro Mário Costa  foi apresentado no dia 31 de maio de 2012 como responsável técnico da Sersul, cujos verdadeiros donos são um mistério que está a um passo de ser desvendado pelo MP. Numa entrevista recente num conhecido programa de rádio foi veiculada a informação de que a Sersul está registrada no nome de um a mulher, cujo registro foi alugado para terceiros.

4. Jacques Raydams, presidente do Sanep tem estreitíssimas relações com Fetter Júnior e Ricardo Jouglard e evita de todas as formas contrariar os interesses dos parceiros de ponta, administrando também de forma tortuosa a situação da Empresa Revita, encarregada da coleta do lixo. Como se vê, tem ligações profundas nas duas pontas do problema: na limpeza e na coleta do lixo. Está mantido no cargo não por competência, apenas para favorecer corporações e parcerias, em especial com o Sinduscon, do qual é presidente.

5. O ex-secretário Caco Villar foi de uma eficiência inquestionável com os parceiros Ricardo Jouglard e Fetter Júnior em sua passagem pelo Sanep, nas locações escandalosas de máquinas para obras da autarquia, apontadas pelo TCE. Eficiência que lhe garantiu o comando dos Serviços Urbanos, onde garantiu estratosféricas metragens que renderam belos milhões para os maiores interessados

E é por isso que esta pergunta não vai calar tão cedo: Cadê o MP e a Polícia Federal, que ocupam boa parte dos noticiários no rádio e na televisão com desmonte de esquemas no setor público? Pelotas também é Brasil e tem muitas pulgas atrás da orelha.

Fred Bongusto - Tu sei cosi

O fantástico italiano Alfredo Bongusto,80 anos, conhecido mundialmente como Fred, está entre os dez maiores cantores da boa música romântica do seu país. Foram várias as músicas que marcaram a sua brilhante carreira, iniciada em 1960, que lhe rendeu o título de Comendador pelo presidente da Itália Carlo Ciampi em 2005. Atualmente Fred Bongusto mora na localidade de Ischia, onde foram compostas várias de suas músicas.E a principal delas é a eterna Tu sei cosi, um belo hino que embalou milhões de amores em todo o mundo.Dê play e relembre.